fbpx
Aprendizagem ativa: 7 dicas de como utilizar essa técnica no seu estudo!

Já ouviu falar de aprendizagem ativa?

É um tipo de aprendizagem que você pode não só aprender, mas também memorizar com muito mais eficiência, indo bem além da simples leitura que você faz enquanto aprende algo novo.

Se você está interessado em saber como isso funciona, continue lendo esse artigo. Separamos para você o conceito do estudo ativo, a sua importância e 7 dicas de como aprender ativamente.

Boa leitura!

O que é a Aprendizagem Ativa?

Você deve estar se perguntando o que é essa tal de aprendizagem ativa, não é?

Vamos ao conceito!

Aprendizagem Ativa

Aprendizagem ativa é simplesmente estudar com maior envolvimento e profundidade.

Se você, ao ler um livro, grifa passagens importantes, escreve resumos para revisar e faz perguntas a respeito do texto, significa que você está estudando de forma ativa.

Se envolver com uma matéria, tirar dúvidas e até ensinar um conceito a alguém, também são formas desse tipo de aprendizagem.

Existe, porém, outro tipo de aprendizagem, a Passiva. E infelizmente é por ela que estamos acostumados a aprender! Vamos ver como ela funciona!

Aprendizagem Passiva

Se você lê um livro de direito constitucional sem grifar, anotar ou tentar se envolver com a leitura, você apenas leu e provavelmente não absorveu 100% do conteúdo. Você deve estar se perguntando: “Mas a leitura não é uma forma de aprendizado?” Lógico que sim, mas você aprende bem pouco se comparado a um aprendizado ativo.

Esse tipo de aprendizagem já é o contrário da ativa. Ou seja, o estudante se envolve pouco ou nada com os estudos.

Ao ler (e somente ler) uma lei, por exemplo, você dificilmente vai assimilar alguma coisa. Como você nesse caso não grifou nem fez anotações, não houve envolvimento com o estudo. Isso faz com que seu cérebro demore mais para assimilar determinados conceitos. 

A aprendizagem passiva, apesar de tudo, não deixa de ser uma aprendizagem. Muitas pessoas aprendem somente lendo. Mas se comparada à aprendizagem ativa, esta é muito mais eficaz!

Assim, vamos ver qual a importância do aprendizado ativo!

A importância do Aprendizado Ativo

A importância desse aprendizado se deve ao fato de que ter um grande envolvimento com a matéria faz com que as informações captadas sejam fixadas na nossa memória como algo relevante na nossa vida.

Ao usar mais de um sentido durante os estudos, você vai trabalhar mais áreas do cérebro e, dessa forma, sua memória vai armazenar as informações com mais facilidade. Você aprenderá melhor e memorizará de forma mais eficaz.

Deu pra ver como a aprendizagem ativa é importante, não é? Para você aprender como estudar assim, separamos aqui 7 dicas para você aprender a estudar da melhor forma!

Como aprender ativamente – 7 dicas

1 – Faça anotações durante o estudo

É de grande importância que suas mãos “trabalhem” durante a aula ou enquanto você estiver estudando por meio de algum livro ou apostila.

Isso quer dizer que você tem que estar sempre anotando algo que julga importante, ou grifando palavras-chave com um marca texto. O importante é não ficar parado.

Você pode ir até mais além fazendo resumos, mapas mentais, Flashcards, etc. Esses materiais, além de te ajudarem no estudo ativo, serão fonte para futuras revisões.

2 – Faça perguntas ao finalizar tópicos de estudo

Ao final de uma sessão de estudos, de algum capítulo ou algum tópico importante, crie um questionário sobre aquele assunto. Podem ser perguntas de múltipla escolha, abertas, verdadeiro ou falso, enfim, questione!

Você pode resolver esses exercícios assim que terminar os estudos, ou deixar para o dia seguinte. Isso fará com que você compreenda melhor e memorize o assunto.

Isso acontece porque perguntas fazem com que nosso cérebro trabalhe mais. E esse trabalho a mais faz com que as informações adquiridas fiquem mais difíceis de serem descartadas, já que houve dificuldade para resolvê-las. 

3 – Ensine a alguém aquilo que você estudou

Muitos dizem que ensinar é aprender duas vezes. Então não pense duas vezes em passar o seu conhecimento para frente!

Para ensinar a alguém aquilo que você estudou, você pode dividir uma disciplina em capítulos e fazer uma simples aula sobre aquele assunto. Recomenda-se fazer isso ao término de cada capítulo, enquanto as informações absorvidas ainda estão recentes na memória.

Caso não tenha ninguém disponível para aprender com você, não há problema. Você pode gravar a sua aula e escutar futuramente.

4 – Vá além do material que você tem

É comum no estudo para concursos o uso de apostilas. Das várias que existem no mercado, poucas tem um conteúdo completo. A maioria trata dos assuntos de uma forma rasa.

Por isso o ideal é que você vá sempre além do que está na apostila. Enquanto as dúvidas forem surgindo, procure vídeos a respeito e procure nos dicionário por palavras que você desconhece.

5 – Em caso de dúvidas, peça ajuda

Deixe a timidez ou a preguiça de lado e procure sanar as suas dúvidas! Se você assiste a aulas presenciais, pergunte ao seu professor. Caso faça algum curso a distância, mande um e-mail ao profissional da área.

Aprender ativamente é procurar entender as coisas de várias maneiras. É normal que algumas dúvidas surjam e sejam fáceis de serem solucionadas, mas sempre haverá algo que não vai entrar na sua cabeça de nenhuma maneira. É nessa hora que você tem que ir atrás de alguém para te ajudar.

6 – Resolva questões

Resolver questões é, ao lado de ensinar, uma das maneiras mais eficientes de assimilar um conteúdo aprendido. 

É essencial que, a cada sessão de estudos, você separe questões sobre o assunto para resolver. Além de você conhecer como funciona determinada banca, também relembra os temas e força sua mente a lembrar do que foi estudado.

7 – Integre estudos a sua vida pessoal

Não precisa fazer isso a todo tempo, mas sempre que der, integre sua vida pessoal a algo que você estudou ou está estudando.

Isso acontece muito quando você está acompanhando o noticiário e vê assuntos diretamente relacionados com direito. Nesse momento você pode avaliar se tal ato foi legal e constitucional, por exemplo. 

Você pode discutir esses temas com seu professor ou amigos. Vai fazer muita diferença para a sua memorização.

Você também pode levar ao âmbito da língua portuguesa. Ao ler um texto, analise se determinada vírgula está no lugar certo e por aí vai.


Enfim essas foram as 7 dicas de como aprender ativamente para poder estudar e memorizar de uma forma mais eficaz. Conforme você for vendo os resultados, você verá como esse estudo é impactante.

Ah! Se você quer complementar o que foi aprendido aqui, leia esse artigo sobre técnicas de memorização!

Se você gostou deste artigo, deixe um comentário logo abaixo! Compartilhe conosco se você tem alguma dúvida, crítica ou sugestão.

No mais, bons estudos!

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *