fbpx
4 técnicas de memorização que vão agilizar a sua aprovação!

A memória diminui… se não for exercitada.” (Cícero).

Pois é, concurseiro, hoje o assunto é técnicas de memorização!

A memória, como já dizia Cícero, precisa ser constantemente trabalhada e exercitada para que aquele conceito que você aprendeu no mês passado, por exemplo, não caia no esquecimento…

E para ter a sua aprovação, é necessário que você tenha sempre fresco na mente aquilo que foi estudado!

Por esse motivo, escrevemos para você 4 técnicas de memorização para concursos que vão ser fundamentais para a sua aprovação!

Boa leitura!

Resumos

Resumos

Primeiramente, temos o famoso resumo, uma das técnicas de memorização mais utilizadas, não só por concurseiros, mas por todo tipo de estudante.

O resumo, principalmente para você, concurseiro, é basicamente uma exposição abreviada dos elementos de uma disciplina.

É, por exemplo, o ato de resumir um conceito através de uma síntese ou sumário.

Porém existe o jeito certo e o jeito errado de se fazer um resumo.

Existem resumos que ficam maiores que a fonte primária.

Nesses casos o resumo estaria atrapalhando o estudante ao invés de ajudar!

E para fazer um resumo eficiente, que irá ajudá-lo a poupar tempo na hora de revisar, siga as seguintes regras:

  • Faça os seus próprios resumos. Não use o resumo feito por outra pessoa;
  • Procure fazê-los à mão, isso contribui para a memorização;
  • Escreva as palavras-chave do texto e procure fazer esquemas com setas e artifícios que vão ser visualmente diferentes de um texto comum.

Em suma, esse é o resumo. Uma ferramenta que, se usada da maneira correta, vai te ajudar muito no processo de revisão/memorização.

Mapas mentais

O Mapa mental, ou “mapa da mente” é o nome dado para um tipo de diagrama, criado pelo inglês Tony Buzan, que serve não só para memorização e aprendizado, mas também para gestão de informações, brainstorming, entre outros.

No caso de quem está se preparando para concursos, os mapas mentais pode servir como ótimas técnicas de memorização e revisão.

Antes de explicar como funciona esse método, segue abaixo uma imagem para que você veja como é um mapa mental:

Mapas Mentais

Como funciona um mapa mental?

Como você viu na imagem, os mapas mentais funcionam como um método que seleciona somente aquilo que é relevante para o que está sendo estudado.

O tópico fundamental é colocado ao centro e deste centro saem diversas ramificações com os subtópicos, fazendo com que a sua “leitura” fique mais dinâmica e atrativa.

Sem contar que o uso de imagens, abreviações e outros artifícios ajuda o nosso cérebro a fazer associações mais rápidas, melhorando assim as conexões entre as palavras contidas no mapa.

Como fazer um mapa mental?

Antes de mais nada, fique tranquilo(a)! Fazer um mapa mental não é nenhum bicho de 7 cabeças.

Para fazê-lo, é necessário que você siga alguns passos:

  • 1º passo: A ideia central

Inicie o mapa mental sempre no centro da folha, escrevendo, no formato horizontal, o tema central.

Exemplo de tema central: Art. 4º da Constituição Federal.

  • 2º passo: Ramificações

Ao definir a ideia central, comece a criar as ramificações. Elas serão as conexões entre o tema central e as ideias secundárias.

  • 3º passo: Palavras-chave a imagens-chave

Essas palavras e imagens serão a chave para a ativação da sua memória, fazendo com que o seu cérebro assimile e memorize as informações com maior eficiência, sintetizando o conteúdo estudado.

Evite fazer o uso de frases longas, pois o objetivo das palavras-chaves e das imagens-chaves é ativar a sua memória e não passar uma informação na íntegra.

  • 4º passo: Cores

Para uma melhor compreensão, utilize cores. Isso permitirá que o seu cérebro tenha mais atenção ao mapa mental.

É recomendado que se defina uma cor para cada ramo, pois assim seu cérebro terá uma melhor associação de cada bloco de palavras.

  • 5º passo: Edições

Procure fazer quantas edições forem necessárias para produzir mapas completos que sempre te ajudarão a alcançar seus objetivos.

Flashcards

Flashcards

Outro método de memorização interessantíssimo é o flashcard, ou cartão de memória.

Essa técnica foi criada pelo jornalista alemão Sebastian Leitner, na década de 1970.

Ela consiste em fazer um pequeno cartão a fim de escrever de um lado uma pergunta e do outro a sua resposta.

Como funcionam os flashcards?

O flashcard, como dito anteriormente, consiste em perguntas e respostas escritas em um cartão.

De um lado você vai escrever uma pergunta sobre algo que estudou e do outro lado colocará a resposta correta desta pergunta.

Com o cartão pronto, basta ler a pergunta e, sem ver a resposta, tentar respondê-la corretamente.

Você pode responder em voz alta ou apenas no pensamento. Utilize a forma que melhor irá ajudá-lo a fixar aquele conteúdo corretamente.

Se você acertar a pergunta, parabéns! Coloque o cartão em um envelope X.

Caso você erre a pergunta, coloque o cartão em um envelope Y.

Ao fazer isso com vários cartões, você terá noção de onde está errando mais e poderá fazer mais revisões com os cartões que errou a resposta.

Resolução de questões

Resoluções de questões

Resolver questões é uma das mais efetivas técnicas de memorização. Portanto nunca deixe os exercícios de lado!

É seu dever resolver o máximo de simulados e questões possíveis. Deste modo seu cérebro vai guardar de forma muito mais eficiente o conteúdo estudado.

Como diz o ditado popular: É errando que se aprende!

Revisar e revisar

Por fim não adianta ter um bom método de estudos se você não pratica a revisão.

Revisar é não deixar o conceito aprendido cair na curva do esquecimento. Por isso procure sempre estar revisando o conteúdo estudado.

Há diversos métodos de revisão. É de suma importância que você encaixe as revisões na sua rotina de estudos.


Enfim essas foram as 4 técnicas de memorização que selecionamos para te ajudar na preparação e aprovação do seu sonhado cargo público!

E não custa lembrar que também é muito importante que você revise o seu material, para assim estar sempre exercitando a sua memória.

Confira também o nosso artigo sobre Cronograma de Estudos, vai te ajudar bastante a se organizar.

Se você gostou deste artigo, deixe um comentário logo abaixo! Compartilhe conosco se você tem alguma dúvida, crítica ou sugestão!

No mais, bons estudos!

Créditos: Imagens – Designed by Freepik

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.